terça-feira, 12 de março de 2019

"O Museu é Meu"

Estamos a fazer um projeto em parceria com o Museu Berardo, às vezes recebemos a Sara, do Museu Berardo na nossa sala,  outras vezes vamos ao Museu Berardo...

Com a Sara, na nossa sala, falamos sobre museus, vimos diferentes museus que existem.. Depois imaginamos um museu, qual seria a coleção do nosso museu e quando o iríamos visitar, num dia de sol, num dia de chuva...





Já no museu, visitamos o museu, as suas obras, escrevemos palavras relacionadas com a visita.. memórias de uma visita! 




Este projeto continua com muitas ideias... vamos contando tudo! 

Querem fazer esculturas em barro?

A M. partilhou connosco uma escultura em barro que fez em casa e propôs fazermos esculturas na nossa sala. 

Antes de começarmos a fazer as esculturas, começamos por fazer o projeto do que pretendiamos fazer... 

Posteriormente, começamos a trabalhar o barro...





Depois das esculturas secarem, pintamos e preparamos as esculturas para fazermos uma exposição para o qual convidamos os pais para verem...



Afinal... o gato?

Na nossa escola recebemos o espetáculo "Afinal... o gato?" da associação Andante! Partindo de um poema de Fernando Pessoa  brincamos com as palavras com os objetos do cenário.. Cenário que se foi transformando...






segunda-feira, 11 de março de 2019

O Cavaleiro da Dinamarca

Já em anos anteriores lemos histórias da Sophia de Mello Breyner Andresen. Conhecemos a história d' A Fada Oriana e A Menina do Mar. 

Este ano, a M. trouxe para lermos a história d' O Cavaleiro da Dinamarca.

Fomos lendo... um bocadinho de cada vez, um bocadinho cada dia! À medida que líamos, íamos fazendo o resumo do que tínhamos lido no dia anterior... Gostávamos daquele bocadinho em que ouvíamos a história deste cavaleiro aventureiro, curiosos por saber a aventura que se seguia... 

Depois de ouvirmos esta história combinamos fazer a ilustração da história...


Nesta viagem pela história do Cavaleiro, recebemos ainda a visita do pai da Rosa que anteriormente já tinha participado numa peça do Cavaleiro da Dinamarca e sabia cantar-nos uma canção sobre esta história.. e assim foi.. Ouvimos o Cavaleiro da Dinamarca pela voz do Jorge...


Depois de terminarmos o livro, convidamos a sala do 1º ciclo para ouvir o reconto da história...





Depois da história, seguiu-se uma conversa sobre a autora e os vários livros que escreveu numa partilha de experiências... Depois o M. do 1º ciclo sugeriu inventarmos a continuação da história e assim foi, cada um inventou o que poderia ter acontecido quando o Cavaleiro da Dinamarca chegou a casa...



O hábito e gosto pela livro é algo que desenvolvemos desde tenra idade, quer pelo meio que nos envolve bem como pelos hábitos que observamos nos adultos que nos rodeiam. 

Emilia Ferreiro fala-nos, neste filme, da importância da leitura em voz alta para as crianças! Deixo-vos aqui o link para que possam ouvir Emilia Ferreiro, psicóloga e pedagoga argentina.


sexta-feira, 8 de março de 2019

Um bolo feito com muitas mãos!

O M. trouxe laranjas para partilhar connosco e disse que podíamos fazer bolo de laranja! Alguns amigos da nossa sala tinham ido cantar os parabéns à Carmo (educadora de outra sala) e disseram-nos que o bolo que a Carmo fez estava delicioso. Surgiu então a ideia de convidarmos a sala da Carmo para vir à nossa sala e todos juntos fazermos bolo de laranja... 
E foi assim...



O olhar atento de um bebé recai sobre aquilo que estamos a fazer, apreende o mundo, um mundo que é feito de descobertas diárias! Estas descobertas traduzem-se em aprendizagens...


Enquanto uns fazem bolos, há quem descubra a sala e há quem apoie esta descoberta com a atenção e o cuidado de quem também é responsável pelo crescimento do outro... 


Enquanto isso o bolo continua a ser preparado...





À tarde o lanche foi mais saboroso com a sala da Carmo e com o bolo preparado a tantas mãos! 

O bolo de laranja pode ser muito mais do que um bolo... 

 

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Hoje é dia de experiências!

Na nossa sala, as tardes são de trabalho curricular comparticipado e na tarde dedicada às ciências fizemos uma experiência sobre vulcões.

Com um vulcão já construído, colocamos bicarbonato de sódio, corante e vinagre! O que iria acontecer? Formulamos hipóteses e testamos as hipóteses quando misturamos o vinagre e vimos o que aconteceu...




Tínhamos ainda ácido cítrico e ao juntarmos ácido cítrico percebemos qual a diferença na reação  resultante...



Depois de fazermos a experiência, tivemos um momento rico em partilhas de conhecimentos e saberes sobre vulcões. 

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Os furacões

O J. propôs fazermos um projeto para descobrirmos mais coisas sobre furacões! 

Rapidamente um pequeno grupo se juntou para a realização do projeto e começaram a organizar-se: o que já pensavam saber, o que queriam descobrir e onde iriam pesquisar.

Após este levantamento realizado, começamos a pesquisa e a registar as informações...




O M. partilhou connosco um livro com uma experiência para fazermos um furacão dentro de uma garrafa de água...





Terminado oprojeto, convidamos a sala da Mariana para assistir à sua comunicação! 




Durante a comunicação partilhamos um filme que nos ajudou na realização do projeto e fizemos a experiência para todo o grupo. A comunicação de um projeto é um momento privilegiado de valorização do produto cultural do grupo bem como de validação das aprendizagens realizadas pela comunidade educativa, reconhecendo, deste modo, um papel ativo das crianças na construção dos saberes. 

Cabe ao adulto apoiar as crianças na organização da comunicação, escolhendo o materiais adequados que potenciem o interesse de quem assiste à comunicação, bem como, na estruturação de quem comunica o quê, promovendo assim uma maior autonomia  no momento da comunicação.